Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fogo mantém quatro frentes ativas, diz ministra da Administração Interna

O primeiro-ministro, António Costa, acompanhado pela ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, e pelo presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves.

Miguel A. Lopes/Lusa

Três aldeias foram evacuadas devido ao incêndio. Meios estão “constantemente a ser reforçados”, garantiu Constança Urbano de Sousa

Helena Bento

Jornalista

Em declarações aos jornalistas, este domingo à tarde, a Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, informou que o fogo que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, mantém ainda quatro frentes ativas, duas das quais já estavam dominadas, mas reacenderam devido às “condições meteorológicas muito adversas”.

Três aldeias foram evacuadas devido ao incêndio, informou a ministra, elogiando o trabalho dos bombeiros num “combate sem tréguas” ao fogo e garantindo que os meios estão “constantemente a ser reforçados”, nomeadamente os meios aéreos. “Existem outras ocorrências no país, mas estamos a disponibilizar todos os meios possíveis neste momento para este fogo”.

O último balanço oficial do número de mortos aponta para 61 vítimas. Constança Urbano de Sousa admite, porém, que esse número possa aumentar, à medida que os bombeiros avançam sobre as aldeias devastadas pelas chamas.