Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

61 mortos. Reações, explicações, dúvidas, vídeos, imagens, reportagem : “a maior tragédia dos últimos tempos”

Incêndio em Pedrógão Grande matou pelo menos 61 pessoas, muitas das quais morreram dentro ou a fugir dos seus carros, há vários feridos e ainda desaparecidos, foi reportada falta de bombeiros, há aldeias evacuadas, Espanha vai ter de ajudar – o relato é mesmo assim, devastador. Foram decretados três dias de luto nacional. António Costa chamou-lhe “a maior tragédia de vidas humanas que temos visto em Portugal nos últimos tempos”, Marcelo comoveu-se com um abraço ao secretário de Estado que anunciou as mortes, o Governo diz que chegará o tempo de entender o que correu mal. Este é o artigo que lhe relata o que se sabe, porque as notícias más podem ficar piores.

clique em cima dos títulos em baixo para ler/ver/ouvir o respetivo artigo

Onde estavam as vítimas, a investigação da PJ e a “situação particular a partir das 14h”: Costa explica a tragédia

Falta de bombeiros, aldeias cercadas, Espanha vai ajudar: desolação em Pedrógão Grande

Estradas cortadas não teriam evitado que o fogo matasse 16 pessoas dentro do carro? “Foram apanhadas numa ratoeira”

Secretário de Estado: “Três pessoas morreram por inalação de fumo na via pública e 16 dentro das viaturas”

Marcelo sobre a tragédia em Pedrógão Grande: “O que se fez foi o máximo que se podia fazer. Não era possível fazer mais”

Marcelo emocionado na chegada ao local do incêndio que matou 24 pessoas (vídeo)

Costa diz que “a seu tempo temos de apurar o que é que aconteceu” na “maior tragédia dos últimos anos”

As imagens desoladoras de um incêndio que matou 24 pessoas

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande: “Estou convencido que o número de mortos vai ser mais do dobro”