Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PJ detém suspeito de homicídio de taxista na Amadora

O detido, de 21 anos, está indiciado pela prática de crimes de homicídio agravado qualificado consumado, homicídio qualificado na forma tentada e roubo agravado

A Polícia Judiciária (PJ) deteve o homem suspeito do homicídio de um taxista no passado dia 20 na Amadora, informou esta quarta-feira a força de segurança.

Segundo o comunicado da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, o detido, de 21 anos, está indiciado pela prática de crimes de homicídio agravado qualificado consumado, homicídio qualificado na forma tentada e roubo agravado.

"A investigação apurou que o detido será o responsável pela autoria dos factos ocorridos na madrugada do passado dia 20 de maio, no concelho da Amadora, os quais vitimaram mortalmente um condutor de táxi, atingido por vários golpes de arma branca no interior da sua viatura", refere a PJ.

A polícia suspeita tratar-se do mesmo homem que, a 19 de fevereiro, atacou outro motorista com uma arma branca, provocando-lhe "lesões traumáticas graves".

O detido é ainda suspeito de três roubos com arma branca cometidos nos últimos meses numa loja na Amadora e já tinha sido condenado por outros roubos.

A polícia conseguiu recuperar a arma que terá sido usada no homicídio.