Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PSP do Porto averigua caso de rapariga alegadamente vítima de abusos em autocarro

Denúncia chegou por email à PSP, que até agora, nada encontrou que permita sustentar a prática de alegados abusos numa noite da Queima das Fitas do Porto

A PSP do Porto está "a averiguar" o caso de uma rapariga que foi alegadamente vítima de abusos dentro de um autocarro, numa noite da Queima das Fitas do Porto, disse esta quarta-feira à Lusa fonte policial.

Fonte da PSP do Porto explicou que recebeu um e-mail "de um cidadão" a denunciar a situação, que foi filmada e partilhada nas redes sociais.

De acordo com a mesma fonte, as diligências feitas pela PSP até ao início da tarde, na sequência da denúncia, não permitiram encontrar registos de qualquer queixa relacionada com o alegado abuso.

A edição desta quarta-feira do jornal Correio da Manhã divulga uma "alegada violação num autocarro do Porto" que, de acordo com "testemunhos e comentários que circulam em várias redes sociais, se terá passado durante a Queima das Fitas, que decorreu entre 7 e 14 de maio".

A Lusa contactou a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), que assegura o transporte especial noturno durante a Queima das Fitas, mas não obteve qualquer resposta.

A Lusa tentou contactar a presidente da Federação Académica do Porto, mas tal não foi possível.

Contactada pela Lusa, a Polícia Judiciária não quis comentar o caso.