Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

McDonald's pede desculpa e retira anúncio considerado “ofensivo”

No anúncio, um menor recorda o pai, que já morreu, e em conversa com a mãe tenta descobrir o que tem em comum com ele. A campanha foi alvo de violentas queixas, com a empresa a ser acusada de explorar “a dor dos orfãos”

Depois de uma chuva de críticas, a cadeia de restaurantes McDonald's pediu desculpa e retirou um polémico anúncio, onde um adolescente recorda o pai, que já perdeu.

A mensagem publicitária explora a coincidência de pai e filho partilharem o mesmo menu favorito. A imagem mostra o rapaza caminhar ao lado da mãe, a quem vai fazendo perguntas procurando descobrir o que tem parecido com o pai. Entram então num restaurante McDonald's e o adolescente faz o pedido, que a mãe diz corresponder também ao prato favorito do pai.

A empresa acabou acusada de apresentar uma campanha ofensiva e de mau-gosto. Produzido pela agência Leo Burnett, o anúncio foi transmitido pela primeira vez no Reino Unido no dia 12 de maio, tendo de imediato sido mal recebido.

Uma das denúncias partiu da Grief Encounter, associação que apoia menores em luto. Shelley Gilbert, a sua presidente, acusa a McDonald's de apresentar um tipo de publicidade que “explora a dor dos orfãos” de forma ofensiva.

A empresa recusa essa leitura. “Não tivemos qualquer intenção de magoar ou ofender ninguém”, garante a McDonald's em comunicado: “A campanha pretendia realçar o papel da marca na vida quotidiana dos nossos clientes; nos momentos bons e nos momentos maus”.

Inundada de queixas, o organismo britânico regulador da publicidade afirma que vai analisar todos os protestos recebidos, para averiguar se há motivos para investigar o anúncio em questão.