Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Entrevista de Manuel Pinto Coelho ao Expresso dá origem a novo inquérito disciplinar da Ordem dos Médicos

José Carlos Carvalho

Já com outros dois procedimentos a decorrer, a diligência foi iniciada esta terça-feira a pedido do bastonário, na sequência das afirmações feitas pelo clínico à revista E no último sábado

O rosto da corrente antienvelhecimento em Portugal, o médico Manuel Pinto Coelho, vai ser alvo de um inquérito disciplinar pela Ordem dos Médicos. Ao Expresso, o bastonário Miguel Guimarães adianta que o procedimento foi iniciado esta terça-feira, na sequência das declarações feitas pelo clínico geral na revista E do Expresso no passado sábado. A ingestão diária de água do mar diluída, a exposição solar sem proteção ou a suspensão das estatinas na maioria dos casos de colesterol elevado são algumas das ideias polémicas sustentadas pelo médico.

"A Ordem dos Médicos enviou a entrevista ao Expresso para o conselho disciplinar. Já recebemos várias reações de sociedades científicas e de especialistas nacionais face às declarações proferidas", diz o bastonário. Além da atuação da cariz disciplinar, os dirigentes da Ordem vão reunir-se com os representantes das entidades científicas das áreas abordadas por Manuel Pinto Coelho "para fazer uma intervenção pública com as várias sociedades científicas", por exemplo de cardiologia para explicar a utilização de estatinas.

Manuel Pinto Coelho tem já dois outros procedimentos do foro disciplinar a decorrer na Ordem dos Médicos, um deles aberto ainda pelo anterior bastonário José Manuel Silva. A segunda intervenção disciplinar foi pedida pelo atual líder dos médicos, Miguel Guimarães, na sequência de afirmações que o médico fez num programa televisivo.