Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dos 57 candidatos ao 128.º curso de Comandos já só há 17 em formação

Tiago Miranda

Este é o primeiro curso com as novas regras impostas depois da morte de dois instruendos, em setembro do ano passado

O 128.º curso de Comandos registou até ao momento 40 desistências a pedido dos instruendos, prosseguindo a formação apenas 17 dos 57 militares iniciais, disse à agência Lusa o porta-voz do Exército.

É o primeiro curso com as novas regras impostas depois da morte de dois instruendos, em setembro do ano passado. Iniciou-se a 7 de abril e terá a duração de 16 semanas, terminando em meados de julho.

Estão na formação, no regimento da Carregueira, em Sintra, 17 formandos, dos quais três oficiais, dois sargentos e 12 praças, adiantou o Exército.

No curso anterior, do total de 67 formandos iniciais, receberam a boina e o crachá de Comando 23 militares.

Em setembro de 2016, no decorrer do 127.º morreram dois militares na sequência de um golpe de calor. O curso registou também o maior número de desistências dos últimos quatro, com 27 dos 67 formandos iniciais a decidirem abandonar a formação.