Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Refugiados eritreus no meio da multidão de Fátima

Uma mãe e três crianças eritreias estiveram este sábado na missa de canonização de Francisco e Jacinta

Anónimos, entre as 500 mil pessoas que participavam na missa deste sábado em Fátima estava uma mãe e três crianças. São refugiados e vieram há dois anos da Eritreia.

A mãe, que não se quer identificar, caminhou 18 quilómetros, acompanhada dos filhos que seguiam no carro de apoio do grupo de peregrinos em que se inseriu. A família pernoitou no santuário.

São católicos ortodoxos, ela trabalha e as crianças estudam no Colégio de S. João de Brito, uma das instituições de ensino em Portugal dos jesuítas, a ordem religiosa de onde vem o Papa Francisco.