Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Jacinta e Francisco são oficialmente santos

O Papa Francisco no momento da canonização dos pastorinhos

Rui Duarte Silva

Eram 10h27 quando o Papa Francisco canonizou os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto. São agora oficialmente santos pela Igreja Católica

O Papa Francisco canonizou às 10:27 de hoje, em Fátima, os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto. São as duas primeiras crianças não mártires a ser elevadas à categoria de santos pela Igreja Católica.

"Declaramos e definimos como santos os beatos Jacinta e Francisco Marto", disse o Papa, sendo de imediato interrompido por aplausos de peregrinos.

A canonização teve lugar numa missa presidida pelo Sumo Pontífice, no santuário repleto de peregrinos.

O bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, pedira minutos antes ao Papa para canonizar Francisco e Jacinta Marto, evocando os traços de espiritualidade dos dois irmãos, que os leva a ser "espelho da luz de Deus na prática das boas obras".

O prelado português recordou, também, que os dois pastorinhos "cresceram num ambiente familiar e social modesto, profundamente cristão. A sua educação cristã simples, mas sólida, teve como principais agentes seus pais, que foram para eles um exemplo de fé comprometida, de respeito por todos, de caridade para com os pobres e os necessitados".

D. António Marto referiu-se também ao "jeito pacífico e sereno" de Francisco e ao "caráter carinhoso e expansivo" de Jacinta.

Antes da missa, o Papa fez hoje um minuto de oração junto aos túmulos dos dois pastorinhos, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

A canonização de Jacinta e Francisco Marto são o ponto alto das comemorações do Centenário das Aparições da Cova da Iria.