Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Estimativas apontam para meio milhão de pessoas no Santuário

Luís Barra

500 mil pessoas terão marcado presença para ver o Papa. Primeiras contagens serão confirmadas esta noite

Para quem esteve no interior do Santuário durante a chegada do Papa, a sensação foi de enchente. As primeiras estimativas, a serem confirmadas ainda esta noite, apontam para meio milhão de pessoas presentes para ver o Papa no recinto do Santuário.

Dentro e fora do recinto, as pessoas acotovelavam-se, com tentativas constantes de convencer os GNR presentes a deixar só mais alguém entrar. Deixando para trás o aglomerado dos peregrinos mais atrasados que se formava para além das fronteiras do Santuário, uma família esperançosa, junto a uma das entradas do Santuário, aguardava: “Eles devem estar a deixar as pessoas entrarem, mas a pouco e pouco”. Quem quisesse chegar àquele ponto, mesmo antes de chegar ao recinto, teria de furar a barreira humana que rodeava as paredes, na qual se incluíam peregrinos sentados em bancos de campismo e verdadeiros acampamentos.

“Isto é um mar de gente”, ouvia-se perto do Santuário. Lá dentro, reclamações sobre a quantidade de pessoas e a visibilidade: “Os ecrãs estão tão baixos que nem os vejo, não vou ver nada”. Uma amiga respondia: “Quais ecrãs? Ainda nem os vi!”.

Apesar das reclamações, os corredores criados pela GNR foram respeitados durante a tarde, com as pessoas presentes a respeitarem as ordens para deixar o caminho livre e algumas macas, transportadas pela equipa de 46 escuteiros que está a colaborar com o Santuário, a circular em direção ao posto de socorros.