Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Empresas portuguesas alvo de ataque informático em larga escala

Ataque à escala global também afetou empresas em Espanha e hospitais em Inglaterra. A PT e Telefónica foram atingidas

As empresas de telecomunicações, a nível mundial, estão a ser alvo de um ataque informático. A PT e a Telefónica foram afectadas. Num ato inédito, a PT já pediu aos trabalhadores para desligarem o computador e tirarem o cabo da rede. A EDP tem o sistema informático desligado, e os dois maiores bancos portugueses, a Caixa e o BCP, garantem ao Expresso que não foram atacados, mas têm equipas de informática a monitorizar o sistema para assegurar que os seus clientes estão protegidos.

"Foi detectado um ataque informático a nível internacional, com impacto em vários países, nomeadamente Portugal, afectando diferentes empresas de vários setores. Na PT, todas as equipas técnicas estão a assumir as diligências necessárias para resolver a situação, tendo sido activados todos os planos de segurança desenhados para o efeito, em colaboração com as autoridades competentes. A rede e os serviços de comunicações fixo, móvel, internet e tv prestados pelo MEO não foram afectados", afirma a PT Portugal em comunicado enviado ao mercado.

A Vodafone Portugal afirma que não foi alvo de qualquer ataque, mas a multinacional em Espanha decidiu desligar o sistema por uma questão de prevenção, diz ao Expresso fonte oficial. A Vodafone Espanha já veio confirmar não foi afectada. Em Espanha, a Telefónica foi afectada.

Em Portugal, a EDP tem desde o início da tarde o seu sistema informático desligado. Fonte da elétrica explicou ao Expresso que assim que a empresa teve conhecimento do ataque a outros sistemas decidiu desligar da rede os seus computadores, tendo informado a Polícia Judiciária do sucedido. Segundo a empresa, não está em causa o funcionamento do sistema da EDP Distribuição, que gere a rede elétrica de baixa e média tensão.

A operadora de telecomunicações NOS mantém o silêncio sobre o assunto, e não esclarece se foi ou não alvo de ataque, ou se tomou alguma medida especial.

Apesar do ataque informático, não há para já informação de que os principais serviços prestados pelas empresas aos clientes estejam a ser afectados.