Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Delta Air Lines pede desculpa por expulsar família de voo

Família é expulsa de voo e ameaçada com prisão, por recusar ceder o lugar do seu filho bebé.

Uma família foi expulsa de um voo da Delta Air Lines, por não ceder o lugar de um dos seus filhos bebés, lugar esse que havia pago.

Brian e Brittany Schear viajavam com destino a Los Angeles num voo que partia de Maui, Hawai. Ainda em terra, o casal foi abordado por pessoal da companhia norte-americana, que indicou que deveria ceder o lugar, comprado para um dos seus dois filhos, a outro passageiro. Por questões de comodidade, o casal decidira mandar um outro filho adolescente num voo mais cedo, para evitar ter de carregar o filho mais novo ao colo, durante mais de seis horas de voo.

Num vídeo, que se tornou viral, publicado no YouTube por Brian e a mulher, é possível ver que caso não cedessem o lugar de livre vontade a outro passageiro seriam levados pela polícia.

Esta quinta-feira, a Delta Air Lines emitiu uma declaração onde pede "desculpa pelo acontecimento infeliz", salientando que o seu objetivo é "trabalhar sempre com os clientes numa tentativa de encontrar soluções para os seus problemas de viagem. Isso não aconteceu neste caso e pedimos desculpa". E contactou o casal para o reembolsar a viagem.

Brian e Brittany acabaram por abandonar o voo. Ficaram num hotel e apanharam um avião no dia seguinte.