Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dois em cada três portugueses são sedentários

DR

Estudo da Fundação Portuguesa de Cardiologia revela que 67% da população pratica menos de uma hora e meia de exercício por semana. Grande Porto e Alentejo são as regiões com os habitantes menos fisicamente ativos

Os portugueses estão a mexer-se cada vez menos. A conclusão consta de um estudo publicado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia, que revela um dado preocupante: 67% da população não pratica pelo menos uma hora e meia de atividade física ao longo da semana.

O dado é duplamente negativo pois indica também um aumento do sedentarismo, já que em 2015 esta percentagem era inferior: 64% ao invés dos atuais 67%. Entre a população menos adepta do exercício físico, quase metade afirma que "fazer exercício não é muito importante nem interessante" e 33% admitem ter pensado em mexer-se mais mas "o dia a dia acaba por falar mais alto".

Realizado em parceria com a GfK Metris e envolvendo 1216 inquiridos, a propósito do Mês do Coração, que se assinala em maio, o estudo mostra ainda que há uma redução no número de portugueses que praticam algum desporto, de 36% em 2015 para 33% em 2017, dado mais evidente no grupo etário acima dos 45 anos. E, neste caso, sobretudo entre os mais desfavorecidos e nas regiões do Grande Porto e do Alentejo.

Ao invés, o Algarve soma mais praticantes da atividade física. A caminhada é a opção mais popular e frequente (46%). A corrida é praticada regularmente por 25% dos portugueses ativos, mais 1% do que em 2015, mas o tempo médio semanal para a prática deste exercício "baixou expressivamente: de 196 minutos para 113". Entre os 'corredores' portugueses, 45% preferem correr acompanhados mas, na verdade, 49% costumam correr sozinhos. Quase metade não utiliza qualquer equipamento e quem o faz opta por levar um leitor de MP3 (29%).