Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Site do MBnet vai deixar de gerar cartões

A medida é uma antecipação à norma europeia que entrará em vigor em 2018, que recomenda que determinados serviços não estejam disponíveis em websites

Até agora era possível criar um cartão virtual a partir do cartões de débito ou crédito físicos para fazer pagamentos online, sem nunca dar a conhecer os dados do cartão real ao comerciante. Este serviço (ainda) está disponível em três plataformas: através do site MBnet, na aplicação MBway e no homebanking da generalidade dos bancos nacionais. Em breve, o site deixará de o fazer.

“Há uma regulação europeia, que entrará em vigor em 2018, que implica a existência de uma série de funcionalidades adicionais de segurança. A Comissão Europeia recomenda que determinado tipo de funções não estejam disponíveis nos websites, porque de acordo com os estudos deles podem ser plataformas mais propícias a más utilizações”, explica ao Expresso Maria Antónia Saldanha, diretora de marketing e comunicação da SIBS, empresa responsável pelo serviço. “Nesse sentido, estamos a antecipar a regulamentação e a dar um espaço maior para as pessoas se habituarem às novas práticas”, acrescenta.

Em julho, a SIBS vai descontinuar a geração de cartões no site MBnet, embora este não vá desaparecer. Nessa altura, o serviço fica apenas a funcionar na app e nos homebankings, sem sofrer qualquer alteração.

A empresa defende que esta é uma forma de “simplificar e tornar o serviço mais prático” para o consumidor. Além disso, sustenta que segue o que consideram ser uma tendência: as apps são cada vez mais usadas do que os sites tradicionais.

“Havendo outros canais preferenciais para os clientes deixa de ser necessário ter um site em que é necessário mais um login e uma password. No fundo, é uma simplificação do serviço. A experiência que temos é que o tradicional consumidor de comércio online tem procurado soluções integradas. Soluções que lhe permitam fazer todas as operações num dispositivo móvel. O consumidor prefere a app para comprar face ao computador, pois é mais organizada, permite uma série de operações e é mais userfriendly”, defende Maria Antónia Saldanha.

O site para o Mbnet chegou em 2001, quando foi lançado era “a única solução”, uma vez que os smartphones como hoje os conhecemos não existiam, nem o homebanking estava tão generalizado. “Estamos a acompanhar a tendência.”

Segundo o “SIBS Market Report: comércio Digital 2016”, o Mbnet é o segundo meio de pagamento mais utilizado nas compras online, apenas superado pelo pagamento de Serviços Multibanco. Mais de 80% dos 1.370 entrevistados já comprou algum produto ou serviço pela internet.

O mesmo estudo revela ainda que a segurança na hora do pagamento “é um fator determinante para a escolha do meio” em que é efetuado. E é seguro fazer os pagamentos pelo telefone? A SIBS garante que sim.

A app Mbway está disponível de forma gratuita para os sistemas operativos iOS (“o mais conhecido”), android (“onde a comunidade de utilizadores é maior”) e para windows. Significa isto que os computadores que permitem descarregar aplicações também podem ter o Mbway e utilizar a app em desktop.