Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Presidente do IPO Lisboa: farmacêuticas aumentam medicamentos oncológicos para “terem lucros rápidos”

A dívida dos hospitais públicos à indústria farmacêutica aumenta mais de um milhão de euros por dia. O problema agrava-se com os preços novos medicamentos, os chamados medicamentos inovadores que chegam a custar mais de 100 mil euros por ano, por doente. O alerta é do Presidente do IPO de Lisboa, Francisco Ventura Ramos, que acusa os laboratórios de aumentarem os preços dos medicamentos oncologicos para terem lucros rápidos e lança outro dado preocupante: o preço dos medicamentos vendidos aos hospitais cresce cinco vezes mais do que para o mercado geral