Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Explosão em Lamego: buscas terminaram e autoridades suspeitam de oito mortos

NUNO ANDRé FERREIRA

Finalizado o período de buscas, a zona fica a ser guardada pela GNR, para evitar a destruição de alguns vestígios que ainda restem

As buscas pelos restos mortais das vítimas das explosões numa fábrica de pirotecnia em Avões, Lamego, foram esta quinta-feira encerradas, após terem sido encontrados mais vestígios biológicos que podem apontar para a confirmação de oito mortos.

O Comandante Operacional Distrital de Viseu, Miguel David, explicou aos jornalistas que foram hoje encontrados mais vestígios biológicos, mas que apenas a perícia legal confirmará se pertencem aos dois desparecidos na explosão de terça-feira, elevando o número de vítimas mortais para oito, uma vez que já estavam confirmados seis mortos.

A mesma fonte adiantou que os meios da Proteção Civil vão ser retirados do local ainda esta quinta-feira, finalizando-se assim o período de buscas, ficando a zona a ser guardada pela GNR, para evitar a destruição de alguns vestígios que ainda restem.

As autoridades suspeitam que oito pessoas tenham morrido na sequência destas explosões, no maior incidente registado em fábricas de pirotecnia em Portugal.

Vinte e três pessoas morreram nos últimos 12 anos no país em acidentes neste tipo de indústria.