Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Câmara de Lamego decreta luto municipal

NUNO ANDRÉ FERREIRA / Lusa

Morte confirmada de seis pessoas nas explosões que arrasaram uma fábrica de pirotecnia em Avões, Lamego, na terça-feira, levou o município a decretar três dias de luto municipal. Há ainda duas pessoas desaparecidas

A Câmara de Lamego anunciou esta manhã ter decretado três dias de luto municipal pela morte de seis pessoas nas explosões que ocorreram na terça-feira numa fábrica de pirotecnia, em Avões, naquele concelho.

Na sequência das mesmas explosões, encontram-se ainda desaparecidas duas pessoas.

De acordo com o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, encontram-se no terreno 75 operacionais, a realizar pesquisas numa área bastante grande.

"A explosão foi de uma dimensão fora do normal e obriga a que tenha de ser batida uma área bastante grande para tentarmos ver se encontramos as pessoas desaparecidas", referiu.

Seis pessoas morreram na terça-feira na sequência de várias explosões numa fábrica de pirotecnia e duas outras encontram-se desaparecidas. A sexta vítima mortal só foi confirmada ao início da tarde desta quarta-feira

A explosão ocorreu cerca das 17h50 de terça-feira e deixou destruída uma fábrica de pirotecnia em Avões, a escassos quilómetros de Lamego.