Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Autoridade Nacional do Medicamento muda de mãos

Presidente do Infarmed vai ser substituído pela diretora da Pediatria do Centro Hospitalar de Lisboa Norte, Maria do Céu Machado. Henrique Luz Rodrigues deixa o cargo por ter atingido o limite de idade para trabalhar para o Estado

Marcos Borga

A ex-diretora clínica e atual responsável pela Pediatria do Centro Hospitalar de Lisboa Norte (CHLN), que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, é a nova presidente do Infarmed. A antiga alta-comissária da Saúde substitui Henrique Luz Rodrigues, que esta quinta-feira completou 70 anos, a idade limite para trabalhar no Estado.

O até ontem presidente da Autoridade Nacional do Medicamento vai agora assumir a coordenação da Estratégia Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, aprovada em outubro do ano passado para aplicação entre 2016 e 2020. O especialista em farmacologia clínica e nefrologia estava à frente do Infarmed desde o início do ano passado. A sua experiência também como presidente da Comissão de Farmácia e Terapêutica do CHLN e de professor de farmacologia da Faculdade de Medicina de Lisboa, por exemplo, levaram o Governo a mantê-lo no sector.

De agora em diante, Henrique Luz Rodrigues terá como responsabilidade aconselhar os dirigentes da Saúde sobre como conciliar o rigor orçamental com o acesso à inovação terapêutica e o aumento da quota de medicamentos genéricos e biossimilares (a linha branca dos sofisticados fármacos biológicos), mantendo o estímulo à investigação e à produção nacional no sector do medicamento.

Da estratégia faz ainda parte a melhoria "da qualidade dos cuidados a prestar" e "a valorização do papel das farmácias comunitárias enquanto agentes de prestação de cuidados, apostando no desenvolvimento de medidas de apoio à utilização racional do medicamento", lê-se no documento aprovado pelo Ministério da Saúde no ano passado.