Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Trabalhador que morreu em pirotecnia estava sozinho num paiol

Uma explosão numa fábrica de pirotecnia de Amarante fez uma vítima mortal. Um homem de 50 anos estava a trabalhar sozinho num paiol, um local são armazenados explosivos. De acordo com o comandante da Proteção Civil de Amarante, Hélder Ferreira, há sete anos na mesma empresa morreu um trabalhador num outro acidente. 

O rebentamento aconteceu no lugar de Pidre, freguesia de Mancelos. A empresa Douro Pirotecnia, onde ocorreu a explosão, opera no concelho de Amarante há dez anos tendo sido uma das primeiras a receber licenciamento.

Contactada pela SIC, a Douro Pirotecnia não quis prestar esclarecimentos sobre o caso.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Vila Meã, GNR e duas viaturas do INEM.