Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Neve corta estradas e chuva vai continuar

Quatro troços de acesso ao maciço central da Serra da Estrela tiveram se ser fechados ao trânsito esta manhã, a primeira a refletir o agravamento do estado do tempo previsto pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera. O fim de semana vai ser frio e muito molhado

A queda de neve levou esta manhã ao corte de algumas das estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela. Foram quatro os troços cortados, confirmou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

De acordo com a mesma fonte, os troços Piornos/Torre e Torre/Lagoa Comprida estão interditos à circulação rodoviária desde as 8h e os troços Lagoa Comprida/Loriga e Lagoa Comprida/Sabugueiro encerraram às 8h30.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertara já a população para o agravamento previsto no estado do tempo, a manter-se, pelo menos, até domingo.

Chuva e mais frio no fim de semana

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a chuva deverá cair durante todo o fim de semana, prevendo-se também uma descida das temperaturas entre 3 e 7 graus Celsius.

A precipitação, pontualmente mais intensa, em especial nas regiões Norte e Centro do país, durante a manhã desta sexta-feira, passará a regime de aguaceiros que podem ser de granizo, acompanhados de trovoada e que se vão prolongar durante o dia de sábado. Estátambém prevista a queda de neve, acima dos 800 metros do Norte e Centro Norte.

Sob aviso amarelo estão os distritos de Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro.

Em virtude das condições meteorológicas adversas, a Proteção Civil alerta para a possibilidade de piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo, cheias rápidas em zonas urbanas e inundações nas zonas mais vulneráveis.

Cinco barras do continente fechadas

Por causa da previsão de agitação marítima forte, cinco barras do continente estão fechadas à navegação, informa a página da Marinha na Internet.

Segundo a Marinha, em causa estão as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Nazaré e São Martinho do Porto.

Ventos fortes em Barcelos

Outra zona afetada pelo mau tempo, esta madrugada, foi o concelho de Barcelos. Na zona industrial da Várzea, telhados de instalações de cinco empresas, "foram pelo ar", devido a "ventos muito fortes", disse à Lusa fonte do Bombeiros Voluntários de Barcelinhos.

O adjunto do comando daquela corporação, Rui Araújo, explicou que o alerta foi dado às 6h19. As cinco empresas estão a laborar "quase normalmente, embora uma delas, com sete dos seus nove pavilhões afetados, esteja a trabalhar só parcialmente". Há ainda outras empresas afetadas pelo embate dos destroços.

(Notícia atualizada às 11h32)