Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ameaça de nova derrocada em Lisboa

Os técnicos da Proteção Civil e da Câmara de Lisboa regressaram ao bairro da Graça, em Lisboa para avaliarem a necessidade de evacuar mais um edifício - o quinto - da rua Damasceno Monteiro. Ontem o nº 104 recebeu ordem de evacuação e obrigou 16 pessoas a serem realojadas em hotéis ou casas de familiares devido ao risco de nova derrocada do muro do bairro Estrela d'Oiro

A Proteção Civil evacuou esta quinta-feira mais um prédio da rua Damasceno Monteiro, na zona da Graça, em Lisboa, havendo já um total de cinco edifícios evacuados e 78 pessoas realojadas devido ao desabamento de terras que ocorreu na segunda-feira.

"No total, temos cinco edifícios evacuados. Na segunda-feira, foram três edifícios evacuados, os números 106, 108 e 110, no total de 49 pessoas realojadas. Na quarta-feira, foi o número 104, em que foram realojadas 16 pessoas, e hoje o 102, com 13 pessoas realojadas até agora", afirmou o chefe da Divisão de Operações e Apoio às Populações da Proteção Civil de Lisboa, Pedro Barbosa.

Além da evacuação dos números 102, 104, 106, 108 e 110 da rua Damasceno Monteiro, as lojas dos prédios dos números 100 e 112 também tiveram que encerrar portas por questões de segurança.

"No total, 10 lojas foram evacuadas" entre o 100 e o 112 desta artéria da zona da Graça, em Lisboa.

Parte do muro (propriedade privada) do condomínio Vila da Graça, no bairro Estrela d'Oiro, ruiu pelas 5h40 de segunda-feira, provocando um deslizamento de terras para as traseiras de quatro edifícios da rua Damasceno Monteiro (dos números 104 ao 110).

O deslizamento, cujas causas ainda não são conhecidas, provocou danos em quatro edifícios de habitação e em algumas viaturas.

Entretanto, a autarquia tomou posse administrativa do terreno - incluindo o muro e a zona envolvente -, para que se possa dar início às obras de requalificação, de forma a resolver o problema e evitar novos desabamentos.