Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dois elementos da PSP de Setúbal suspensos por suspeita de sequestro e agressão

A intervenção dos dois agentes terá ocorrido na sequência de uma chamada de uma discoteca, a alertar para uma zaragata entre dois grupos de jovens

Dois elementos da PSP de Setúbal, suspeitos de sequestro a agressão física a um jovem de 18 anos, foram suspensos depois de terem sido ouvidos no tribunal, confirmou hoje à agência Lusa o advogado José Paulo Dias.

"Penso que era uma medida esperada porque estamos perante uma situação muito grave, nomeadamente, para a própria PSP", disse o defensor do jovem alegadamente sequestrado e agredido.

"Agora vamos aguardar pela acusação do Ministério Público. Os indícios contra os dois elementos da PSP são muito fortes", acrescentou o advogado.

A intervenção dos dois elementos da PSP de Setúbal terá ocorrido na sequência de uma chamada de uma discoteca de Setúbal a alertar para uma zaragata entre dois grupos de jovens, dentro e fora do estabelecimento, em meados de dezembro do ano passado.

O jovem, que apresentou queixa contra os dois elementos da esquadra da Bela Vista, em Setúbal, diz ter sido algemado e transportado no porta-bagagens de uma viatura policial para uma antiga fábrica de Setúbal, local onde terá sido posteriormente agredido e abandonado pelos dois polícias.