Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Moradores de dois prédios em Lisboa podem regressar a casa

TIAGO PETINGA / LUSA

O trânsito foi reaberto às 13h desta segunda-feira na rua Damasceno Monteiro. O perímetro de segurança foi reduzido e apenas abrangia àquela hora os quatro prédios afetados por um deslizamento de terras

Os moradores dos números 102 e 104 da Rua Damasceno Monteiro, em Lisboa, já podem regressar às suas casas, exceto os do rés-do-chão, revelou aos jornalistas o vereador da Proteção Civil da Câmara de Lisboa, ao início da tarde desta segunda-feira

Os residentes do rés-do-chão e os moradores de três outros prédios, entre os números 106 e 110 da mesma rua, vão ter hoje à tarde entrevistas com a Proteção Civil da Câmara para avaliar se podem ficar com familiares ou se têm de ser realojados pelos serviços do município, indicou o vereador Carlos Castro.

Parte do muro do condomínio Vila da Graça, no bairro Estrela d'Oiro, ruiu pelas 5h40, provocando um deslizamento de terras para as traseiras de quatro edifícios da Rua Damasceno Monteiro (dos números 104 ao 110).

Devido ao aluimento de terras, as autoridades retiraram inicialmente 27 pessoas dos quatro edifícios (entre o 104 e o 110), tendo havido um ferido ligeiro – um homem que sofreu algumas escoriações.

Mais tarde, após uma avaliação, moradores do número 102 acabaram também por ter de sair de casa.

O vereador da Proteção Civil da Câmara de Lisboa, Carlos Castro, reconheceu que o muro – cujo proprietário desconhece – terá de ser reconstruído.