Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Caxias. Segundo fugitivo chileno capturado em Barcelona

Recluso que fugiu de Caxias no domingo, foi apanhado em flagrante num assalto na cidade espanhola

Roberto Ulloa, um dos três homens que no passado domingo fugiram da prisão de Caxias, foi apanhado em flagrante, esta quarta-feira, durante um assalto em Barcelona, apurou o Expresso. O chileno já tinha sido detido pelas autoridades, mas foi libertado pelo atraso da missão do mandado de captura internacional e pelo facto do centro detenção do aeroporto de Madrid estar sobrelotado.

No último sábado à noite, Ulloa fugiu do Estabelecimento Prisional de Caxias juntamente com o outro fugitivo de origem chilena, Jorge Naranjo, e com o luso-israelita, Joaquim Bitton Matos. A cela Q21, onde se encontravam, era dividida por quatro pessoas e só uma delas não fugiu. “O luso-israelita, que não estava ligado aos chilenos, terá aproveitado a oportunidade para também fugir com eles”, diz uma fonte ao Expresso.

Menos de 24 horas depois, os dois chilenos foram detetado pelas autoridades espanholas no aeroporto de Madrid alegadamente com passaportes falsos. Naranjo ficou sob custódia policial.Ulloa foi libertado.

Entretanto,Joaquim Bitton Matos continua a monte. Trata-se de um cidadão luso-israelita condenado pelo mesmo tipo de crimes dos chilenos: furtos a residências. Segundo o “Correio da Manhã” desta quarta-feira, a GNR levou a cabo buscas na casa do fugitivo na aldeia de Sendieira, na freguesia de Freiria, em Torres Vedras.

Apesar de os crimes que cometeram serem semelhantes, nenhum dos três tinha ligações entre si antes de serem presos no estabelecimento prisional de Caxias.