Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Vistos Gold. Miguel Macedo deverá falar só no fim do julgamento

Ex-ministro da Administração Interna Miguel Macedo vai a julgamento

Alberto Frias

O advogado de Miguel Macedo considerada que o final do julgamento será "talvez a melhor oportunidade" para o seu cliente esclarecer todos os factos no caso dos 'Vistos Gold'

O advogado do ex-ministro Miguel Macedo no caso dos 'Vistos Gold' admitiu esta segunda-feira que o seu cliente só deverá falar no final do julgamento, depois de toda a prova consolidada.

Apesar de sublinhar que a decisão ainda não está tomada, Castanheira Neves afirmou, à entrada do tribunal onde o caso começa esta segunda-feira a ser julgado, que o final do julgamento será "talvez a melhor oportunidade" para Miguel Macedo esclarecer todos os factos.

Questionado pelos jornalistas sobre se este processo era uma tentativa de assassínio de caráter, Castanheira Neves afirmou que a acusação "é absolutamente infundada".

No caso 'Vistos Gold', o ex-ministro da Administração Interna do PSD/CDS é acusado de, para satisfazer com outros arguidos interesses privados e lucrativos, ter ordenado verbalmente ao arguido Manuel Palos, então diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), entidade sob a alçada hierárquica do Ministério da Administração Interna, que este apresentasse formalmente uma proposta de nomeação de um Oficial de Ligação de Imigração (OLI) para Pequim.

Miguel Macedo, que chegou ao tribunal pelas 9h, não quis prestar declarações.