Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dois acidentes na A2 com 16 carros provocam um morto

João Carlos Santos

Colisões aconteceram ao quilómetro 128 e foram provocadas por gelo na estrada. Trânsito esteve cortado, mas já foi reaberto nos dois sentidos

Ana Baptista

Ana Baptista

Jornalista

Os dois acidentes que acontecerem esta sexta-feira à tarde na A2 (auto-estrada do Algarve), envolvendo um total de 16 carros, provocaram, até ao momento, um morto, um ferido grave e mais dois feridos ligeiros.

Segundo explicou ao Expresso fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, o morto é um idoso, que faleceu no local dos acidentes que ocorreram ao quilómetro 128, na zona de Aljustrel e de Ferreira do Alentejo.

O ferido grave é uma idosa que foi assistida no local e depois transportada de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Já os feridos ligeiros foram transportados pouco depois da colisão para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

De acordo com a mesma fonte, os dois acidentes obrigaram a condicionar o trânsito em ambos os sentidos, mas segundo o Comando Territorial de Beja, as vias foram reabertas por volta das 18h50 e a situação já está normalizada.

Ainda assim, as colisões obrigaram, durante quase três horas, a cortar totalmente o trânsito no sentido norte-sul e a condicioná-lo a apenas uma via no sentido sul-norte, na zona das colisões. No local estiveram os Bombeiros de Grândola, a GNR, um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Brisa, que é a concessionária da auto-estrada.

De acordo com a mesma fonte do (CDOS) de Setúbal, as colisões ocorreram devido a gelo na estrada, sendo que o primeiro pedido de socorro foi dado às 15h41 para um acidente no sentido norte-sul que envolveu nove carros. O segundo acidente ocorreu no sentido sul-norte, com um total de sete carros.

As quatro vítimas são todas da colisão ocorrida no sentido norte-sul e que envolveu os nove carros. No choque no sentido sul-norte que envolveu as sete viaturas não há feridos a registar.