Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Câmara de Lisboa anuncia novo parque de estacionamento na Graça

Localizado na Rua Damasceno Monteiro, o parque ficará reservado aos residentes durante o período noturno

A Câmara de Lisboa anunciou esta terça-feira a abertura de um parque de estacionamento com 69 lugares na Rua Damasceno Monteiro, freguesia de São Vicente, uma das mais afetadas da cidade com a falta de sítio para carros.

Segundo uma informação do pelouro do Espaço Público da autarquia enviada à agência Lusa, em causa estão “69 novos lugares de estacionamento, que no período noturno servirão exclusivamente os residentes e, durante o dia, poderão ser usados como parqueamento por todos aqueles que se desloquem à zona da Graça”.

O parque, situado entre a Travessa do Monte e o Largo da Graça, será gerido pela Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL).

Na informação enviada à Lusa, o município assinala que este é o “terceiro parque de estacionamento que a Câmara de Lisboa, em articulação com a Junta de Freguesia de São Vicente e com a EMEL, disponibiliza à população no espaço de seis meses”.

Entretanto, já abriram também ao público os parques situados no pavilhão polidesportivo da Graça e no logradouro do quartel do Regimento de Sapadores Bombeiros, com 30 e 86 lugares, respetivamente.

A autarquia adianta que, “no âmbito do seu programa de construção de 7.000 novos lugares de parqueamento, a EMEL está ainda a preparar a construção, na freguesia de São Vicente, de três outros parques, com uma capacidade total superior a 300 lugares”.

No final de dezembro, a vereação do PCP na Câmara de Lisboa solicitou à maioria socialista no executivo, através de uma proposta que foi aprovada, que encontrasse estacionamento em terrenos expectantes na Penha de França e em São Vicente, freguesias onde o partido estima faltarem centenas de lugares para residentes.

Na mesma ocasião, o vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado, disse que a autarquia está a fazer um levantamento de edifícios em ruína ou devolutos naquela zona para serem transformados em estacionamento destinado a moradores.