Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Um dos argelinos que fugiram do aeroporto de Lisboa vai ser expulso

José Carlos Carvalho

O outro argelino ficará no país, uma vez que tem documentos para circular no espaço europeu

Um dos dois cidadãos argelinos que fugiram na quinta-feira do aeroporto de Lisboa vai ser expulso de Portugal. O outro ficará no país, uma vez que tem documentos para circular no espaço europeu. Os dois indivíduos foram ouvidos esta tarde no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa.

O argelino que será expulso ficará à custódia do SEF, “para condução ao país de origem, o que deverá ter lugar no mais curto espaço de tempo, devendo o tribunal ser informado em conformidade”, refere um comunicado do Tribunal. O outro argelino será colocado num centro de instalação temporária por se verificar o pressuposto no artigo 204, alínea c: "perigo, em razão da natureza e das circunstâncias do crime ou da personalidade do arguido, de que este continue a atividade criminosa ou perturbe gravemente a ordem e tranquilidade públicas".

Ambos vão ser julgados em processo sumário a 27 de janeiro, por atentado à segurança de transporte e introdução em lugar vedado ao público.

Os dois indivíduos conseguiram fugir do aeroporto de Lisboa esta quinta-feira quando se procedia o embarque de um grupo de cinco argelinos num voo com destino a Argel. Acabaram por ser detidos cerca de oito horas depois, na Gare do Oriente, em Lisboa.

As forças de segurança responsabilizaram o aeroporto pela fuga dos cidadãos. Este é já o quarto caso de fuga de argelinos no aeroporto de Lisboa nos últimos seis meses.