Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Uber Portugal vai rever processo de inscrição de carros e motoristas 

Ameaça. Depois dos taxistas, a Uber enfrenta agora as exigências dos seus próprios motoristas, que nos EUA querem ser reconhecidos como trabalhadores da empresa

getty

Para já, a empresa vai suspender a inscrição de novos carros até 6 de março e vai ainda bloquear as contas dos motoristas que não tenham feito viagens nos últimos dois meses

Ana Baptista

Ana Baptista

Jornalista

A Uber Portugal está a rever o processo de inscrição de automóveis na sua plataforma. A empresa enviou um e-mail aos seus parceiros a anunciar a decisão, a explicar as razões e ainda as medidas que serão tomadas de imediato.

A notícia foi avançada pelo jornal económico online Eco, que cita esse e-mail a que o Expresso também teve acesso. De acordo com o documento, a primeira medida que a Uber Portugal vai tomar já no imediato é a suspensão de novas inscrições de carros até ao dia 6 de março. Além disso, vai também cancelar as contas de todos os motoristas que não tenham feito viagens nos últimos dois meses.

“O processo de inscrição na plataforma estará em revisão, pelo que não será possível inscrever novos veículos até ao próximo dia 6 de Março”, pode ler-se no e-mail, que acrescenta que a empresa procederá “também à suspensão de todas as contas de motoristas, e de todos os veículos, que não tenham realizado viagens na plataforma nos últimos dois meses”.

Em causa, explica a Uber nesse e-mail, estão duas razões. Uma delas refere-se a “proporcionar uma oportunidade económica importante e sólida a parceiros e motoristas” e a outra está relacionada com a “transição para um quadro regulatório moderno e inclusivo de novas tecnologias, que esperamos que entre em vigor em breve”.

Razões que, como já referido, “exige repensar e rever os nossos processos de inscrição na plataforma. Processos estes que queremos tornar mais eficientes, e mais adequados e alinhados com as prioridades que vos apresentámos”, pode ainda ler-se no e-mail.

A Uber Portugal esclarece ainda na mesma nota que, para “assegurar que a normal operação dos nossos parceiros não será prejudicada com esta revisão de processos (…) continuará a ser possível neste período [até 6 de março] a inscrição de motoristas, a inscrição de veículos de substituição, e a inscrição de veículos nos quais os parceiros já tenham realizado investimentos financeiros antes da recepção deste email”. Além disso, “motoristas que estejam atualmente ativos e a realizar viagens para empresas de parceiros, poderão também tornar-se parceiros e adicionar um veículo à sua nova conta de parceiro”.

O Expresso contactou fonte oficial da empresa que confirmou o envio do e-mail, mas que se escusou a fazer mais comentários neste momento.