Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Apps que viajam consigo

Com um telemóvel pode tratar de tudo o que precisa para uma viagem

GettyImages

Preparar uma viagem pode ser um processo penoso, demorado e caro. Estas aplicações de telemóvel prometem facilitar-lhe a vida e muitas são gratuitas

Esqueça as horas passadas em frente ao computador para procurar o voo mais barato ou reservar um quarto de hotel. Poupe o dinheiro dos guias de viagem que só o vão levar aos sítios saturados de turistas. Dispense o mapa que lhe dão no hotel ou no posto de turismo. Em 2017, tudo o que precisa para tornar as suas viagens mais fáceis de planear, mais baratas e mais divertidas pode ir consigo num smartphone. Com a escolha de aplicações certas, ele pode ser o seu melhor compagnon de route.

Escolhido o destino, o primeiro passo na preparação de uma viagem é a reserva do voo, de preferência com uma tarifa baixa. Há várias opções para o ajudar (a maioria permite também reservar um quarto de hotel e alugar um carro), mas uma das melhores continua a ser a Momondo (iOS e Android), que inclui também viagens de comboios rápidos na Europa e nos EUA. A Skyscanner (iOS e Android) é uma boa opção para quem quer encontrar tarifas baixas, mas ainda não decidiu o destino: basta escolher “Em qualquer lado” e receberá sugestões em várias cidades. A Hopper (iOS e Android) avisa-o, através de uma notificação, quando for a melhor altura para comprar um bilhete para um determinado destino.

Para quem dispensa hotéis e quer “viver como um local”, o Airbnb (iOS e Android) continua a ser a opção mais procurada e agora oferece também a possibilidade de reservar experiências em várias cidades. Mas se o que deseja é um quarto de hotel ao melhor preço e não se importa de fazer reservas de última hora, então a Hotel Tonight (iOS e Android) promete os melhores negócios last minute. As apps Tripit e WorldMate (iOS e Android) são ótimas para organizar as suas reservas. Basta enviar os e-mails de confirmação de voos, hotéis, aluguer de automóveis e eventos e recebe tudo num único itinerário, que pode partilhar com os amigos.

D.R.

Se já decidiu para onde quer ir, nada melhor do que começar logo a aprender algumas palavras no idioma que vai encontrar. Uma boa ajuda é a Duolingo (iOS e Android), uma app que funciona como um jogo, no qual se avança à medida que se completam níveis de aprendizagem. Quando chegar ao seu destino, o Google Translate (iOS e Android) ajuda-o a perceber o que diz um determinado sinal ou a descobrir as opções no menu de um restaurante, por exemplo. Basta apontar a câmara para qualquer palavra em cerca de 90 línguas e a app vai traduzi-la instantaneamente. Soluções para procurar e reservar restaurantes não faltam, mas a Foodspotting (iOS e Android) tem uma abordagem diferente: aqui escolhe a especialidade local que quer comer e a app dá-lhe as melhores opções com base nas recomendações dos utilizadores.

Para se orientar na rede de transportes públicos de uma grande cidade a melhor escolha é o Citymapper (iOS e Android), que inclui toda a informação sobre autocarros, metro, comboios, barcos, ciclovias e até serviços como a Uber, incluindo horários de partida em tempo real e alertas sobre eventuais perturbações do serviço. Se não quer estar sempre a calcular conversões, instale a XE Currency (iOS e Android). Converte qualquer moeda do mundo e funciona offline ao gravar as últimas taxas disponíveis, o que é ótimo se estiver em algum lugar sem wi-fi. Se está a viajar em grupo e quer dividir algumas despesas, esqueça as folhas Excel. A Splittr (iOS, €1,99) foi pensada para fazer o trabalho por si.

Quem gosta de documentar as suas viagens, tem boas alternativas ao Instagram. A LiveTrekker (iOS e Android) vai marcando a vermelho a rota que segue e permite-lhe acrescentar fotos, vídeos, áudios e textos ao longo do caminho, criando um diário de viagem multimédia que pode partilhar com os amigos. O Flipagram (iOS e Android) permite reunir fotografias, vídeos e música numa apresentação de fazer inveja.

Se o seu destino é a praia, talvez seja boa ideia fazer o download de uma app que o ajude a calcular o tempo que pode ficar ao sol sem correr o risco de apanhar um escaldão, como a Wolfram Sun Exposure (iOS, €0,99) — basta introduzir o seu tipo de pele e a app calcula quanto tempo pode ficar ao sol sem se queimar tendo em conta a hora, o local onde se encontra e o tipo de protetor solar que está a usar.

Para tirar o melhor partido de todas estas aplicações, o melhor é garantir que tem sempre acesso à rede wi-fi, se não quer engordar a conta de roaming. Aplicações como a Wi-Fi Finder (iOS e Android) indicam-lhe qual a localização mais próxima com acesso grátis à internet e têm a vantagem de funcionar também offline. Boas viagens!