Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Acidente em França: Autoridades portuguesas estão a acompanhar

PHILIPPE DESMAZES/ Getty images

Quatro pessoas morreram e 28 ficaram feridas (três em estado muito grave). Os passageiros seguiam para a zona de Friburgo, na Suíça, depois de um período de férias em Portugal. Marcelo Rebelo de Sousa lamentou a situação e apresentou condolências aos familiares das vítimas

Um autocarro com 32 portugueses a bordo teve um acidente na madrugada deste domingo, no distrito de Saône-et-Loire, em França. Quatro pessoas morreram e 28 ficaram feridas, estando três em estado muito grave. A informação foi confirmada ao Expresso pela secretaria de Estado das Comunidades, que assegurou estar a acompanhar de perto a situação.

Segundo avançou a mesma fonte, o autocarro saiu de Portugal com destino à zona de Friburgo, na Suíça, onde todos viviam. Os passageiros estariam a regressar a casa, após um período de férias.

Entre os feridos, avança a imprensa francesa, estão crianças. A procuradora de Maicôn, comuna francesa a que pertence a zona onde ocorreu o acidente, referiu aos jornalistas que um dos feridos graves é uma criança de dois anos. Questionadas sobre esta informação, as autoridades portuguesas não dão, para já, a informação como certa, uma vez que ainda se está a proceder à identificação das vítimas.

Apesar de a investigação das causas do acidente ainda não estar concluída, tudo aponta para que o autocarro se tenha despistado devido à camada de gelo na estrada. Nos últimos dias, as baixas temperaturas têm-se feito sentir na região.

Na página da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa lamentou a situação e apresentou condolências aos familiares das vítimas.

“O Presidente da República acompanha o evoluir da situação clínica de todos os feridos, em especial daqueles que se encontram em situação mais grave, a quem deseja a rápida recuperação”, lê-se na nota.