Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

“Deadpool” é o super-herói dos downloads ilegais

TORRENTS. O site TorrentFreak analisou os dados da pirataria cinematográfica e descobriu que “Deadpool” foi o mais pirateado do ano

Sucessos de bilheteira instantâneos, os filmes sobre super-heróis são também os preferidos dos que roubam conteúdos na internet. A longa-metragem de Tim Miller foi a campeã de 2016

Surpresa ou talvez não, “Deadpool” foi o filme mais pirateado do último ano, seguindo a tendência de sucesso que já se tinha verificado nas salas de cinema. A irreverente longa-metragem, que já tem sequela anunciada e que liderou também as pesquisas de filmes no Google à escala mundial, acabou por vencer todos os filmes no que toca à pirataria. O trabalho cinematográfico de Tim Miller, protagonizado por Ryan Reynolds, passou à frente de títulos como “Batman vs Super-Homem: O Despertar da Justiça”, “Capitão América: Guerra Civil”, “Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força”, ou “X-Men: Apocalipse”, que fecham o top 5 de filmes mais pirateados do ano.

As informações foram divulgadas pelo site TorrentFreak, que cruzou várias fontes — como os dados dos utilizadores do programa BitTorrent, um dos mais populares no que aos downloads ilegais diz respeito — para chegar a estas conclusões. Apesar dos problemas ligados à pirataria informática (o filme ficou disponível online, de forma ilegal, pouco antes de estrear em sala), “Deadpool” faturou 783 milhões de dólares (750 milhões de euros, aproximadamente) nas bilheteiras.

“À PROCURA DE DORY”. Filme da Disney/Pixar foi a longa-metragem de animação mais pirateada do ano

“À PROCURA DE DORY”. Filme da Disney/Pixar foi a longa-metragem de animação mais pirateada do ano

Entre os 10 filmes mais pirateados do ano contam-se ainda “Warcraft” de Duncan Jones (em sexto), “O Dia da Independência: Nova Ameaça” de Roland Emmerich (em sétimo), “Esquadrão Suicida” de David Ayer (em oitavo), “À Procura de Dory” de Andrew Stanton (em nono) e “The Revenant: O Renascido” de Alejandro González Iñárritu (em décimo). Nem só de surpresas se faz a lista e o filme de Iñárritu sobre a história de Hugh Glass, protagonizado por Leonardo DiCaprio (valeu-lhe o primeiro Óscar da carreira), já era esperado no ranking. A muito esperada longa-metragem foi disponibilizada na internet uma semana antes da estreia mundial por um funcionário do estúdio.