Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Minitornado em aldeia de Gouveia. “Foram dez segundos de pavor”

“Alguns [habitantes] dizem que parecia um avião a despenhar-se e outros que parecia um camião a rebolar na estrada", contou à Lusa a presidente da Junta de Freguesia de São Paio, no concelho de Gouveia

Um episódio de vento forte registado hoje na aldeia de São Paio, no concelho de Gouveia, distrito da Guarda, provocou quedas de árvores e de muros e causou danos em telhados, disse à agência Lusa fonte autárquica.

"Foi uma situação muito local e tudo indica que tenha sido um 'minitornado'. Foram dez segundos de pavor. Alguns [habitantes] dizem que parecia um avião a despenhar-se e outros que parecia um camião a rebolar na estrada", contou à Lusa a presidente da Junta de Freguesia de São Paio, Glória Lourenço.

Segundo a autarca, o episódio ocorreu pouco depois das 18h, apenas numa zona da aldeia, e causou danos materiais numa extensão de cerca de um quilómetro.

"Passou pelo campo de futebol e derrubou totalmente o muro de proteção, destelhou casas, arrancou chaminés, derrubou algumas árvores, cedros e pinheiros enormes, que caíram sobre os fios da eletricidade e provocaram o corte de energia elétrica", disse Glória Lourenço.

Tratou-se de um fenómeno nunca visto na aldeia de São Paio, relatando a presidente da junta que o vento "cortou as árvores como se fosse uma motosserra".

Os prejuízos ainda não estão apurados, tarefa que irá ser realizada na terça-feira durante o dia, com a colaboração de elementos da Câmara Municipal de Gouveia e do serviço de Proteção Civil, indicou.

"Hoje só conseguimos ver as situações que nos foram indicadas pelos proprietários", explicou a responsável, referindo que na área atingida encontram-se "muitas casas de emigrantes que estão desabitadas" e só durante o dia é que poderão ser verificados outros eventuais estragos.

Após o alerta, estiveram em São Paio elementos da PSP, da GNR, da Proteção Civil e dos Bombeiros Voluntários de Gouveia, entre outras entidades, que desimpediram as vias, retiraram as árvores e restabeleceram a energia elétrica na área atingida, tendo a situação ficado normalizada cerca das 21h.

"Não há feridos e não houve necessidade de realojar ninguém", adiantou a presidente da Junta de Freguesia.

  • Fenómeno extremo de vento causa estragos em Gouveia

    O mau tempo desta noite provocou alguns estragos no concelho de Gouveia, na Guarda. Na aldeia de São Paio, as rajadas de vento derrubaram várias árvores, causaram danos em telhados, cortaram a energia elétrica e deixaram um rasto de estragos por cerca de um quilómetro