Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Gripe obriga a alargar horários em centros de saúde do Norte

A par do alargamento de horário, que passa a ser, nos dias úteis, das 20h às 24h, e aos fins de semana e feriados das 9h às 24h. a Administração Regional de Saúde do Norte informa também que procedeu ao reforço de recursos humanos

A Administração Regional de Saúde do Norte anunciou esta tarde que vai alargar o horário de funcionamento em centros de saúde da região por se registar um "aumento da atividade gripal" e uma maior procura dos serviços de urgência.

"Desde o dia 19 do corrente, tem-se registado um aumento da atividade gripal e, em consequência, uma maior procura dos serviços de urgência hospitalar", refere a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte), numa nota em que dá conta que procedeu ao alargamento do horário de funcionamento dos Serviços de Atendimento de Situações Agudas do Porto, Braga, Guimarães, Vila Nova de Gaia, Maia/Valongo/Ermesinde, Espinho, Vila Real e "outros onde a procura o justifique".

Segundo a ARS-Norte, o horário de atendimento para as situações agudas que se estão a registar nesta fase do ano passa a ser, nos dias úteis, das 20h às 24h, e aos fins de semana e feriados das 9h às 24h.

A par do alargamento de horário, a ARS-Norte informa também que procedeu ao reforço de recursos humanos, designadamente de médicos, enfermeiros, secretários clínicos, assistentes operacionais e outros profissionais que se manifestam indispensáveis à prestação.

A ARS-Norte aconselha ainda que todos os utentes que residam em lares e que necessitem de cuidados médicos nesta fase de atividade gripal, devem, antes de serem encaminhados para os serviços de urgência "procurar, em primeiro lugar, a sua equipa de saúde familiar nos centros de saúde ou pedir, dentro do estabelecido, a visitação domiciliária".