Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Passagem de ano: Segurança foi reforçada mas nível de alerta mantém-se moderado

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

PSP colocou barreiras de betão junto ao Terreiro do paço para impedir a entrada de veículos estranhos na festa de fim de ano. ispositivos semelhantes já foram utilizados no passado recente em Lisboa

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

A festa de passagem de ano que se realiza este sábado no Terreiro do Paço, em Lisboa, conta com uma dispositivo reforçado de segurança. A PSP vai colocar espigões e barreiras de betão junto ao local onde vão estar concentradas milhares de pessoas esta noite.

Ao Expresso, a Comissária Claudia Andrade, porta voz da PSP, explica que a Polícia tem montado um perímetro de segurança externo à Praça do Comércio "com barreiras e ouriços de ferro".

O objetivo é o de impedir a entrada de veículos estranhos no Praça do Comércio, onde esta noite são esperadas entre 100 a 200 mil pessoas para assistir aos concertos de Rui Veloso e Agir. Na mente de todos está o recente atentado em Berlim em que um terrorista entrou com um camião para um mercado de Natal da capital alemã, mantando 12 pessoas e ferindo mais 48.

Em todo o caso, fontes contactadas pelo Expresso, recordam que dispositivos desta dimensão já foram utilizados, por exemplo, na Cimeira da Nato, que ocorreu em Lisboa, ou durante os festejos da vitória do Benfica no campeonato.

“Estão-se a adequar os dipositivos policiais à previsão de pontos com muita concentração de pessoas. Não tem nada a ver com terrorismo”, explica uma fonte oficial ligada à segurança. Em Portugal, o nivel de alerta de terrorismo “mantém-se moderado e sem alterações”, afirma uma fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

Segundo noticia o jornal Público este sábado, no Porto também já foram colocadas barreiras de betão nas ruas que circulam a Avenida dos Aliados, onde se realiza também uma festa de passagem de ano.