Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Mário Soares com “regressão significativa do estado de consciência”

© Miguel Vidal / Reuters

Porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, onde o antigo Presidente da República está internado, informou que Soares continua em estado “muito crítico”, tendo-se verificado, de sábado para domingo, “um agravamento na reação a estímulos externos”. Novas informações amanhã às 13h00

Helena Bento

Jornalista

Mário Soares continua em estado “muito crítico”, tendo-se verificado, de sábado para domingo, “um agravamento na reação a estímulos externos” e “uma regressão muito significativa do estado de consciência”, informou José Barata, porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, onde o antigo Presidente da República está internado.

De acordo com o porta-voz, esta regressão é “muito preocupante”. Embora Mário Soares se mantenha sem necessidade de suporte técnico às funções vitais, não reage a alguns estímulos, adiantou a mesma fonte,

O filho de Soares, João Soares, passou a noite no hospital. Não são permitidas quaisquer visitas neste momento, afirmou o porta-voz.

As informações anteriores, divulgadas pelo hospital no início da noite de sábado, davam conta do estado “crítico” de Mário Soares, com prognóstico “muito reservado”. No sábado, o estado de saúde do antigo Presidente da República agravara-se por volta das 11 horas da manhã, na sequência de um episódio que levou a equipa clínica a transferi-lo novamente para a unidade de cuidados intensivos.

Durante a tarde, passaram pelo hospital o primeiro-ministro António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa. Ambos saíram sem prestar declarações aos jornalistas. Mais tarde, contudo, numa visita ao Barreiro, o Presidente da República falou sobre a situação: “Todos nós portugueses estamos muito gratos por aquilo que Mário Soares tem dado ao país”, disse.

“Há uma coisa que reconhecemos: há figuras que marcaram e marcam a nossa democracia. E o povo, democratas e povo em geral, está grato relativamente a essas figuras. Não é preciso ser-se da mesma cor para se reconhecer o que fizeram pelo país”, acrescentou.

Na segunda-feira, pelas 13h00, o hospital dará novas informações.