Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Cinquenta quilos de cocaína encontrados em avião da TAP

© Rafael Marchante / Reuters

Avião era proveniente de Caracas, na Venezuela, e a Polícia Judiciária apreendeu a droga que estava escondida em vários compartimentos do porão. A cocaína valia cinco milhões de euros.

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Editor de Sociedade

Um avião da TAP que aterrou em Lisboa, vindo da Venezuela, tinha a bordo 51,3 quilos de cocaína em elevado estado de pureza. A droga, apreendida pela PJ, estava escondida num compartimento do porão, onde normalmente só têm acesso mecânicos e pessoal do handling, que trata da carga.

De acordo com a PJ, a droga foi apreendida no aeorporto Humberto Delgado, em Lisboa, e nenhum suspeito foi detido.A operação terá decorrido há mais de uma semana.

Fontes do sector contactadas pelo Expresso descrevem uma segurança muitoparticular à saída de droga da Venezuela, com “índice de corrupção altíssimo” no controlo de fronteira. Fonte do sindicato do pessoal de voo revela que grande parte dos tripulantes já só leva mala de cabina para Caracas, evitando enviar bagagem para o porão.

Foi precisamente no porão que os 50 quilos de droga foram escondidos. Ao que o Expresso apurou, estavam guardados nos compartimentos que se encontram nas paredes do porão e contêm diferentes componentes no seu interior (elétricos, por exemplo). Os painéis terão sido abertos para esconder a cocaína, o que, de acordo com uma das fontes ouvidas pelo Expresso, poderia ter posto em causa a própria segurança do avião.

A TAP desmente que a segurança do avião tenha estado em causa e garante que está "a coloborar, desde a primeira hora, com as autoridades policiais relativamente a esta questão".