Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Elas têm melhor memória

getty

Um estudo científico comprova o que senso comum há muito sabe: as mulheres têm uma memória melhor do que os homens. A explicação está nas hormonas

O cenário é uma discussão. A dada altura, ela diz: “Sim, porque há cinco anos, no dia x, à hora y, tu disseste isto assim e assim, ipsis verbis.” E era verdade. Se esta cena lhe é familiar, não se aflija. Agora, está mesmo cientificamente comprovado que as mulheres têm uma memória melhor do que os homens. Um estudo publicado em novembro na revista científica “Menopause” comprovou que o sexo feminino é efetivamente mais dotado relativamente a essa função. Investigadores da Sociedade Norte-Americana de Menopause (NAMS) realizaram testes cognitivos a 212 homens e mulheres entre os 45 e os 55 anos, para avaliar aspetos como memória episódica, função executiva, processamento semântico e inteligência verbal. Os resultados demonstraram que as mulheres têm efetivamente uma memória mais precisa do que as seus congéneres masculinos — mas esta começa a enfraquecer após a menopausa. A principal causa é a diminuição da hormona do estradiol no seu organismo.

O estrogénio (o estradiol é um dos três estrogénios naturais) tem impacto direto sobre vários neurotransmissores cerebrais (dopamina, serotonina e gaba). Este ajuda a regular o humor, funções cognitivas, como pensamento e memória, e permite gerir o stresse. Certas funções associadas à memória registaram alterações em mulheres no período pós-menopausa. A taxa de aprendizagem baixa, assim como a recuperação de informações previamente lembradas, devido à baixa desta hormona. “Lapsos cerebrais e queixas em relação a problemas de memória devem ser levados a sério. Este estudo mostra que estas queixas estão associadas a défices de memória”, explica JoAnn Pinkerton, diretora-executiva da Sociedade de Menopausa Norte-Americana (NAMS).

António Bastos Lima, diretor do Departamento de Neurologia, Neurocirurgia, Neurofisiologia e ORL do Centro Hospitalar do Porto, acrescenta: “A codificação da memória verbal é coordenada por neurónios distribuídos em algumas regiões cerebrais — hipocampo e outras estruturas do lobo temporal medial, córtex pré-frontal, ventrolateral e dorsolateral, e córtex parietal posterior. As mulheres na pós-menopausa revelaram uma exagerada conectividade dos hipocampos (o centro da memória) em relação às mulheres na pré e perimenopausa. Entre estas, as concentrações mais baixas de 17 b estradiol estavam relacionadas com alterações mais acentuadas nas conexões do hipocampo e piores desempenhos em tarefas de recuperação da memória.” Em suma, o médico resume: “O declínio da produção ovárica do estradiol durante a menopausa tem um papel significativo em moldar os circuitos da memória.” O que significa que há esperança para os homens. Elas terão sempre uma memória melhor do que eles, mas isso não dura para sempre...

Artigo publicado na edição do EXPRESSO de 3 de dezembro de 2016