Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Católica e Nova alcançam melhor posição de sempre no ranking do “Financial Times”

D.R.

As respetivas escolas de gestão e economia ocupam agora o 23º lugar ex-aequo na lista das melhores 90 business schools europeias. A da Universidade do Porto também figura no ranking

A Católica Lisbon School of Business and Economics volta a ser a melhor escola de negócios em Portugal, segundo os critérios do "Financial Times", mas tem este ano a companhia da Nova School of Business and Economics (Nova SBE). Ambas ascenderam à 23ª posição desta lista, conseguindo assim o melhor desempenho de sempre. Já a Porto Business School surge na 62ª posição, num total de 90 escolas de gestão e economia europeias.

O ranking, divulgado esta segunda-feira, combina as várias avaliações do "Financial Times" que vão sendo conhecidas ao longo do ano relativamente aos diversos programas de pós-graduação: MBAs, mestrados em gestão e formação de executivos. Em relação ao ranking de 2015, a Católica subiu três posições e a Nova SBE cinco. Se se fizer a média aos lugares ocupados nos últimos três anos, a Católica fica com o 25.º e a Nova SBE com o 26.º.

Além da posição nos vários rankings, a lista vem acompanhada de outros indicadores para cada escola. A Católica, por exemplo, destaca-se por ter 40% do seu corpo docente a tempo inteiro composto por professores estrangeiros. Já a Nova SBE lidera no capítulo da qualificação, com a totalidade dos seus professores doutorados.

“A Católica-Lisbon foi pioneira em Portugal no reconhecimento do FT, tem liderado este ranking de forma muito consistente e, este ano, conseguiu a melhor posição alguma vez alcançada por uma escola portuguesa. Este resultado espelha a excelência e a qualidade do ensino e investigação da faculdade”, comenta Francisco Veloso, diretor da escola. Para Daniel Traça, responsável máximo da Nova SBE, os resultados traduzem a “aposta na internacionalização” e representam mais um passo a “caminho do topo”.

Nesta lista das 90 melhores escolas de gestão e economia europeias para o jornal britânico, o 1.º lugar continua a ser ocupado pela London Business School. Seguem-se a HEC Paris, o Insead, também em França, e o IE Business School, em Espanha. A Universidade de St Gallen, na Suíça, fecha as cinco primeiras posições.