Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PJ deteve oito pessoas que lesaram o Estado em 15 milhões

Operação da PJ e Autoridade Tributária de Braga a esquema de fraude na Segurança Social fez perto de 100 buscas em todo o país

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Uma operação conjunta da Polícia Judiciária (PJ) e Autoridade Tributária de Braga levou à detenção, esta segunda-feira, de oito pessoas. São suspeitos de fazerem parte de um esquema que defraudava a Segurança Social e pode ter lesado o Estado em 15 milhões de euros.

A notícia, avançada pelo "Correio da Manhã", foi confirmada ao Expresso por fonte da PJ. Em causa estão crimes de associação criminosa, fraude fiscal qualificada, burla tributária à Segurança Social, burla qualificada, insolvência dolosa, corrupção e branqueamento de capitais.

Entre os detidos estão dois advogados e três técnicos oficiais de contas. “Os detidos, sete homens e uma mulher, dois advogados, três técnicos oficiais de contas, dois empresários e um empregado de escritório, vão ser presentes às autoridades judiciárias competentes tendo em vista a aplicação de medidas de coação tidas por adequadas, tendo também sido constituídos como arguidos cerca de 20 pessoas, singulares e coletivas”, refere um comunicado da PJ.

Foram realizadas cerca de 100 buscas em todo o país no âmbito desta operação. A investigação contou com a colaboração da Gabinete de Recuperação de Ativos na Diretoria do Norte, em equipa mista com a ATA - Direção de Finanças de Braga.

(Atualizada às 14h38)