Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Embaixador dos EUA em Portugal reafirma compromisso com o povo cubano

José Carlos Carvalho

Reagindo à mortede Fidel Castro, o embaixador Robert Sherman manifestou “condolências ao povo cubano e à família” do histórico líder de Cuba

Numa reação à morte de Fidel Castro, o embaixador dos Estados Unidos em Lisboa, Robert Sherman, manifestou “condolências ao povo cubano e à família” do histórico líder de Cuba, sublinhando que “à medida que o processo de normalização” entre os dois países continua, “os Estados Unidos reafirmam seu apoio ao aprofundamento” do compromisso com o povo cubano “agora e nos próximos anos”.

Recorde-se que o ainda Presidente Barack Obama reagiu à morte de Fidel, afirmando que a Casa Branca estende a “mão da amizade” ao povo cubano. Para Obama, caberá à “História julgar o impacto enorme” que o ex-líder da revolução cubana, “uma figura singular”, teve tanto no seu país, como no mundo.

Já o Presidente eleito Donald Trump, numa curta mensagem publicada na sua conta do Twitter, limitou-se a escrever: “Fidel está morto!”