Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Guarda e Castelo Branco com ‘Aviso Laranja’, escolas fechadas em Montalegre

O alerta mantém-se até ao inicio da manhã de sábado devido à queda de neve. A dificuldade de transportes leva a que as escolas de Montalegre permaneçam fechadas

Os distritos da Guarda e Castelo Branco estão esta sexta-feira sob ‘Aviso Laranja’ devido à previsão de queda de neve acima dos 1200 metros, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos da Guarda e Castelo Branco está sob ‘Aviso Laranja’ desde as 5h25 desta sexta-feira e até às 6h de sábado.

O instituto colocou também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança, Viseu e Coimbra sob 'Aviso Amarelo' até às 12h desta sexta-feira por causa da queda de neve acima dos 800 metros.

Sob ‘Aviso Amarelo’ estão também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Lisboa, Setúbal por causa do vento forte com rajadas até 70 quilómetros por hora até às 18h desta sexta-feira.

O IPMA emitiu ainda ‘Aviso Amarelo’ para os distritos de Aveiro, Viseu, Coimbra, Setúbal, Portalegre e Évora devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes até às 18h desta sexta-feira.
O ‘Aviso Laranja’, é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado e é aconselhado às pessoas para se manterem ao corrente da evolução das condições meteorológicas e seguir as orientações da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

O ‘Aviso Amarelo’ refere-se a uma “situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica”.

As escolas da vila de Montalegre vão estar fechadas esta sexta-feira devido à dificuldade de circulação dos transportes escolares provocada pela intensa queda de neve, disse fonte da autarquia.

Sem aulas vão ficar cerca de 500 alunos do centro escolar (1.º ciclo e pré-escolar) e escola básica e secundária Doutor Bento da Cruz, no distrito de Vila Real.

David Teixeira, vice-presidente da Câmara de Montalegre e responsável pela proteção civil, disse à agência Lusa que, durante a noite, o peso da neve provocou a queda de muitos ramos de árvores para as estradas, bem como linhas de eletricidade e de telefone, pelo que há localidades sem luz.

As equipas da proteção civil estão no terreno a limpar as principais estradas do concelho, mas há dificuldades nos acessos e no interior de muitas aldeias.

O responsável referiu que “nevou muito” e que de “madrugada chegou a haver um metro de neve em cima de árvores”.

A situação mais problemática verifica-se nas aldeias do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG) até à Serra do Larouco.

Também em Vila Pouca de Aguiar, os alunos das aldeias mais altas do concelho, nas zonas de Jales e do Alvão, não vão hoje às aulas por não estarem reunidas as condições de segurança para a passagem dos transportes escolares.

O responsável pela proteção civil municipal, João Fontes, referiu que os limpa-neves estão no terreno a proceder à limpeza das vias e que, durante a noite, se verificou a queda de muitos ramos de árvores para as estradas e também de cabos de eletricidade.

No distrito de Vila Real, a neve obrigou ao corte da Estrada Nacional 15 (EN15), na zona da serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, e há problemas na circulação no Itinerário Principal 4 (IP4), no alto de Espinho, devido à queda de dois cabos de média tensão para a via.

O troço do IP4 que atravessa a serra do Marão era um dos mais problemáticos do distrito quando nevava, uma situação que foi colmatada com a entrada em funcionamento da Autoestrada do Marão - Túnel do Marão, que é agora a principal opção dos condutores para a circulação nesta zona.

O IPMA prevê para esta sexta-feira na Região Norte céu geralmente muito nublado, aguaceiros, diminuindo de frequência a partir do final da manhã, queda de neve acima de 800 metros, subindo gradualmente a cota para 1200 metros a partir da manhã.

Está também previsto vento moderado do quadrante leste, soprando temporariamente forte no litoral, com rajadas até 70 quilómetros por hora até ao início da tarde, e sendo forte a muito forte com rajadas até 100 quilómetros por hora nas terras altas e pequena subida de temperatura.

Na região Centro prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes, possibilidade de ocorrência de trovoada, queda de neve acima de 800 metros, subindo gradualmente a cota para 1200 metros a partir da manhã.

A previsão aponta ainda para vento moderado do quadrante leste, soprando temporariamente forte no litoral, com rajadas até 70 quilómetros por hora até ao início da tarde, e sendo forte a muito forte com rajadas até 100 quilómetros nas terras altas e pequena subida da temperatura mínima.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes, possibilidade de ocorrência de trovoada, vento moderado do quadrante sul, soprando temporariamente forte de sudoeste no litoral oeste, com rajadas até 70 quilómetros por hora até ao início da tarde, e sendo forte de sueste com rajadas até 85 quilómetros nas terras altas e pequena subida da temperatura mínima.

Quanto às temperaturas, em Lisboa variam entre 10 e 15 graus Celsius, no Porto entre 07 e 13, em Vila Real entre 3 e 07, em Viana do Castelo e Braga entre 06 e 13, em Viseu entre 03 e 08, em Bragança entre 1 e 6, na Guarda entre 1 e 3, em Castelo Branco entre 6 e 10, em Coimbra entre 9 e 12, em Santarém entre 9 e 16, em Portalegre entre 06 e 09, em Évora entre 7 e 13, em Beja entre 8 e 15 e em Faro entre 10 e 18.