Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Livro de Sócrates é falhanço comercial

RUI DUARTE SILVA

Novo ensaio está a milhas das vendas de “A Confiança no Mundo”. A falta que faz Santos Silva

O novo livro de José Sócrates, “O Dom Profano”, está a relevar-se um flop de vendas, sobretudo se comparado com a anterior obra do ex-primeiro-ministro. “A Confiança no Mundo”, o primeiro livro assinado por Sócrates, foi lançado no final de 2013 e tornou-se um inesperado best-seller.

Segundo dados da auditora GFK, que contabiliza vendas efetivas e cobre cerca de 75% do mercado livreiro nacional, nas primeiras três semanas em que esteve nas lojas, “A Confiança no Mundo” vendeu 4777 exemplares.

Pelos dados da GFK, “O Dom Profano” vendeu, nas primeiras três semanas de comercialização, 583 exemplares (pouco mais do que um décimo da obra anterior). Nas mesmas primeiras três semanas, o livro de estreia de Sócrates chegou ao 5º lugar do top de vendas; “O Dom Profano” ainda não conseguiu melhor do que o 58º lugar.

Recorde-se que as vendas de “A Confiança no Mundo” estão sob investigação na Operação Marquês. Segundo os indícios recolhidos pelas autoridades, Carlos Santos Silva, o amigo e financiador de Sócrates, terá canalizado milhares de euros para a compra em massa daquele livro, para garantir que chegaria às tabelas de vendas.