Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Uber testa serviço de viagens partilhadas em Lisboa

DR

Entre os dias 4 e 13 de novembro, quem usar a aplicação da Uber vai poder escolher o serviço Uber Pool, que permite a partilha do carro com outros utilizadores que tenham um destino igual ou próximo e, por isso, pagar menos 25% pela viagem

Ana Baptista

Ana Baptista

Jornalista

A Uber vai testar um novo serviço em Lisboa. Chama-se Uber Pool e permite aos utilizadores partilharem as viagens com outros que se desloquem na mesma direção, fazendo assim baixar o preço.

Segundo explica a empresa em comunicado, este novo serviço estará disponível apenas durante 10 dias, mais precisamente entre esta sexta-feira, dia 4, e o dia 13 de novembro, e além de ajudar a descongestionar o trânsito na cidade faz com que a viagem fique 25% mais barata.

“O uberPOOL permite que pessoas que se desloquem na mesma direção e ao mesmo tempo possam partilhar a viagem. Desta forma, conseguimos ter mais pessoas em menos carros, o que significa viagens mais económicas para os passageiros, e cidades cada vez menos congestionadas”, lê-se no site da empresa.

Nas 33 cidades onde este tipo de partilha já funciona em pleno (Nova Iorque, São Francisco, Londres, São Paulo e Nova Déli, entre outras) já foram feitas 250 milhões de viagens com o Uber Pool. A empresa garante que “só nos primeiros sete meses de 2016, o Uber Pool já poupou mais de 502 milhões de quilómetros automóveis, mais de 23 milhões de litros de combustível e 55 mil toneladas de dióxido de carbono a estas cidades”.

Como funciona?

Quando se entra na aplicação da Uber, o utilizador faz o mesmo de sempre: escolhe um local de partida e um destino que não poderão ser alterados assim que o pedido for confirmado. E depois, basta selecionar a opção Uber Pool em vez da tradicional UberX, Como habitual, fica-se a saber o preço da viagem e a que horas o carro chega ao ponto de partida.

A grande diferença começa com a chegada da viatura, que pode ter já outro passageiro lá dentro que irá para o mesmo destino ou para um destino perto, ou ainda ter de ir buscar outro cliente. No final, cada um dos passageiros paga menos 25% pela viagem partilhada.