Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O melhor amigo do youtuber

d.r.

Este aparelho quase parece mágico: transforma um smartphone com boa câmara num sistema de captura de imagem profissional

A DJI ganhou fama pelos drones, mas esta marca chinesa também tem uma boa reputação nos sistemas de estabilização de câmaras para profissionais. Tecnologia que agora chega a um punho compacto, que nem precisa de câmara porque usa o telemóvel. Alguns dos “truques” incluídos nesta solução vão fazer as delícias de Youtubers, amadores entusiastas e até mesmo de alguns profissionais da comunicação que produzem conteúdos em vídeo para blogues e sites. De facto, os vídeos criados com a ajuda deste aparelho parecem ter sido realizados com recursos a sistemas complexos e dispendiosos

Adeus tremores

A estabilização é, como habitual na marca, muito eficiente. Conseguimos vídeos que parecem ter sido feitos com a câmara sobre carris mesmo quando descemos escadas ou corremos atrás de uma criança. Muito bom. Esta estabilização também faz toda a diferença quando a fotografar. Isto porque podemos usar tempos de exposição da câmara muito maiores para deixar entrar luz. Por exemplo, é possível capturar imagens nítidas com pouquíssima luz ambiente. Desde, é claro, que se esteja a fotografar motivos estáticos.

O mecanismo de fixação do smartphone é muito robusto e eficiente: uma roda permite mover as pinças com cobertura em borracha que fixam o telemóvel no sítio. Há espaço para smartphones com até 84,8 mm de largura. O que significa que, por exemplo, mesmo um dos novos iPhone 7 Plus pode ser utilizado.

A app DJI Go, a mesma que é usada para outros aparelhos da marca, tem funções avançadas com destaque para o modo de seguir o motivo. Só temos de tocar no ecrã para desenhar um retângulo sobre a zona a seguir. O sistema depois move o smartphone de modo a manter o motivo no enquadramento. Ou seja, um Youtuber que faz vídeos sobre cozinha pode manter o Osmo em cima da mesa e este aparelho vai seguir o cozinheiro. É como se tivéssemos um operador de câmara à nossa disposição. Pena que não seja fornecido o acessório para manter o Osmo de pé (é um opcional vendido à parte).

Fácil de usar

O punho inclui um stick para mover o smartphone na horizontal e na vertical, botão direto para fotos e botão direto para vídeo. Um "gatilho" à frente tem diferentes funções: dois "cliques" rápidos recentram a câmara, três clique ativam o modo selfie (mudança de câmara) e se mantivermos o botão pressionado o movimento é isolado (quase que fixa a câmara no motivo) para aumentar ainda mais a suavidade dos movimentos.

A bateria tem capacidade para mais de três horas. Estranha é a opção de carga. Talvez por razões de custos de fabrico, o Osmo Mobile é praticamente igual ao Osmo original. Até parece ter uma entrada para microfone mas, na realidade, esta é a entrada para carregar a bateria através do cabo USB fornecido. Não gostamos de cabos USB não standard, sobretudo quando podem levar a confusões. Se, por engano, este cabo acabar ligado a um jack de um smartphone... O resultado pode não ser bonito.

No global, apesar de esta última falha de design, o Osmo Mobile apresenta resultados impressionantes. Mas o preço também é impressionante, já que há boas câmaras que custam menos.

CARACTERÍSTICAS

DJI Osmo Mobile

Preço: €339
Estabilizador (gimbal) de dois eixos
Amplitude de controlo: horizontal +/- 150º, rotação +/- 25º, vertical -125º a +35º
Velocidade de controlo: 120º/s
Largura dos telemóveis: 58,6 a 84,8 mm
Peso: 201 g (punho) e 300 g (gimbal)