Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Despiste em fuga à GNR faz dois mortos e dois feridos em Odemira

Quatro homens de nacionalidade nepalesa desobedeceram a uma ordem de paragem de uma patrulha da GNR e colocaram-se em fuga esta quinta-feira de madrugada em Odemira

Dois homens morreram e dois ficaram feridos com gravidade num despiste ocorrido esta quinta-feira de madrugada em S. Teotónio, concelho de Odemira, Beja, durante uma fuga à GNR, disse à agência Lusa fonte da força de segurança.

De acordo com a mesma fonte, na viatura seguiam quatro homens de nacionalidade nepalesa, que desobedeceram a uma ordem de paragem de uma patrulha da GNR e se colocaram em fuga, acabando por se despistar, na Estrada Nacional (EN) 120.

Um dos feridos foi transportado de helicóptero para o Hospital de S. José, em Lisboa, e outro para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

Segundo o relato da GNR, o veículo ligeiro passou por volta da 1h numa operação Stop, na EN 393, perto de Vila Nova de Milfontes, Odemira, sem ter sido mandado parar, mas, depois, os militares detetaram que não tinha iluminação na retaguarda.

A situação foi comunicada a uma patrulha que se encontrava noutro local, na EN 120, na zona de S. Teotónio, onde a viatura foi avistada e mandada parar.

Contudo, segundo a GNR, os nepaleses, depois de “abrandarem a marcha, fazendo querer que iriam parar, arrancaram a alta velocidade e fugiram” aos militares, que “deixaram de ver o carro”. Minutos depois, a patrulha que seguiu no seu encalce “encontrou a viatura despistada e fora da estrada”, ao quilómetro 113 da EN 120.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, o alerta para o acidente foi dado às 1h22, tendo sido mobilizados os Bombeiros de Odemira e meios do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), incluindo um helicóptero.