Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Conselho de Ética com saudade de Lobo Antunes

Marcos Borga

O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida presta uma “sentida homenagem” e exprime “imensa gratidão” pelo contributo de João Lobo Antunes, falkecido esta quinta-feira, para a construção da instituição dedicada à Bioética em Portugal

"É com profunda tristeza que damos conta do falecimento do Presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, Professor Doutor João Lobo Antunes. A intervenção do Professor João Lobo Antunes no Conselho Nacional de Ética, como seu Presidente desde 2015, mas também como membro do seu terceiro mandato, de 2003 a 2009, deixa, a todos quantos tiveram a ventura de com ele partilhar a reflexão bioética, a força e a inspiração de uma participação intelectualmente elevada, humanista, de grande sensibilidade, movida por um grande sentido de serviço ao país, que estendeu ao Conselho Nacional de Ética, onde promoveu e estimulou uma reflexão da maior pertinência em matérias de particular sensibilidade."

Foi assim, com evidente respeito e admiração, o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) manifestou pesar pela morte do presidente da instituição. Classificando-o de "homem da ciência, médico, ensaísta, pensador", o texto afirma ainda que "João Lobo Antunes deixa uma marca indelével na cultura portuguesa e a certeza de que a sua obra permanecerá, perpetuada na nossa memória e no nosso quotidiano". Para concluir de forma emotiva: "Deixa a todos uma enorme saudade também pelas suas qualidades pessoais, a sua generosidade e o seu afeto, que tocaram todos quantos tiveram a felicidade de o conhecer."