Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Número indeterminado de alunos diagnosticados com gastroenterite em escola do Barreiro

Ministério da Educação está a acompanhar o caso. Surto não é de origem alimentar

Um número indeterminado de alunos da Escola Básica D. Luís de Mendonça Furtado, no Barreiro, foi diagnosticado com gastroenterite. As crianças e jovens têm-se deslocado à urgência pediátrica do Centro Hospitalar Barreiro Montijo com sintomas como vómitos e diarreia.

Ao Expresso, fonte daquela unidade hospitalar confirma a assistência a “diversas crianças que apresentam um quadro de gastroenterite”, embora não seja possível “identificar o número exato”. “Não existe igualmente nenhuma indicação de que esteja algum menino internado no Serviço de Pediatria”, acrescenta o hospital.

O Ministério da Educação confirma que está a tomar “as diligências das autoridades de saúde” e assegura que se trata de um surto viral e não de origem alimentar. Por essa razão, a escola e o respetivo refeitório estão a funcionar normalmente.

“Muitos alunos faltaram sem que tivesse sido dado ainda conhecimento da razão da ausência, pelo que é difícil adiantar o número de casos”, diz ao Expresso o Ministério.

A Escola Básica D. Luís de Mendonça Furtado é frequentada por cerca de 800 alunos, que frequentam o 2º e 3º ciclo do ensino básico (do quinto ao nono ano de escolaridade). Localiza-se na freguesia do Alto do Seixalinho e é sede do Agrupamento de Escolas do Barreiro.