Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Tentativa de assalto no Barreiro faz um morto e três feridos (novo balanço)

  • 333

Elementos da PSP junto ao hipermercado Continente no Barreiro, onde na noite passada ocorreu uma tentativa de assalto tendo provocado a morte a um dos assaltantes e ferido outras duas pessoas.

Rui Minderico/Lusa

A vítima mortal é uma das sete pessoas envolvidas na tentativa de assalto ao hipermercado. O grupo de assaltantes encontra-se ainda em fuga

Helena Bento

Jornalista

A tentativa de assalto, no sábado à noite, a um hipermercado no Barreiro, que terminou com uma troca de tiros entre assaltantes e polícia, resultou num morto e três feridos, um deles encontrando-se em estado grave, de acordo com o último balanço oficial. A vítima mortal é uma das sete pessoas envolvidas nesta tentativa de assalto. O grupo encontra-se ainda em fuga.

O incidente ocorreu cerca das 23h30, num hipermercado da Verderena, no Barreiro. A PSP foi alertada para um assalto ao Continente, através de uma chamada telefónica para os bombeiros voluntários da cidade. Ao chegar ao local, o carro-patrulha foi alvejado pelos assaltantes, que estavam encapuzados, com coletes à prova de bala e munidos de, pelo menos, uma metralhadora, uma shotgun e uma pistola, segundo a comissária Maria do Céu, responsável pelas Relações Públicas do Comando da PSP de Setúbal.

Alguns membros do grupo puseram-se imediatamente em fuga, tendo tentado atropelar, pelo caminho, dois agentes da PSP. De acordo com a comissária, o assaltante ferido com gravidade, inicialmente transportado para o hospital do Barreiro, foi, entretanto, transferido para um hospital de Lisboa. Quanto à vítima mortal, não se sabe ainda se a causa da morte foi o fogo da polícia ou “ferimentos auto-infligidos”.

Entretanto, a polícia assegurou ter recuperado quatro armas. “Neste momento, estamos a tentar localizar os indivíduos. Foi uma situação muito grave, os assaltantes estavam fortemente armados e atacaram a PSP a tiro. É gente muito perigosa e é importante que os consigamos apanhar em breve”, salientou o superintendente Viola Silva. Os assaltantes atuaram com gorros, luvas e coletes à prova de bala, acrescentou.