Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PJ faz buscas em casa dos pais do suspeito em fuga de Aguiar da Beira

  • 333

PAULO NOVAIS / Lusa

Pedro João Dias é suspeito de ter morto a tiro um militar da GNR e ter ferido outro na madrugada de terça-feira

A Polícia Judiciária está a realizar buscas na casa dos pais do suspeito de ter disparado sobre dois militares, causando a morte de um e ferimentos graves no outro. A informação foi confirmada, esta quarta-feira, ao Expresso por fonte da PJ.

Pedro João Dias está em fuga desde a madrugada de terça-feira. É suspeito de ter morto Carlos Caetano, 29 anos e militar da GNR, e de ter ferido com gravidade Pedro Pinho Dias, 41 anos. Durante as primeiras horas de investigação, as autoridades encontraram no local mais duas vítimas civis: uma gravemente ferida e outra já morta. Embora ainda não tenha sido oficialmente confirmada a ligação entre ambos os casos, as autoridades admitem que existe uma “forte probabilidade” de conexão.

Chegaram a estar destacados 200 operacionais nas buscas pelo suspeito. Entretanto, na quarta-feira ao começo da noite, a Guarda Nacional Republicana suspendeu as buscas entre São Pedro do Sul e Arouca.

Apesar da suspensão das operações de busca, “alguns meios” e as patrulhas de proximidade continuam.

Pedro João Dias nasceu em Angola, mas cresceu em Arouca. Terá recebido treino militar e estava referenciado por furto. Quem o conhece diz que andou metido “em algumas aventuras” - mas nada do género de que é agora suspeito.